Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

No último sábado (3.fev), o site Metrópoles informou que representantes da rede social Kwai foram a Brasília prestar explicações sobre possíveis violações da plataforma sobre contas fake e conteúdos com exploração sexual de crianças.

Segundo o veículo, a reunião aconteceu no Ministério da Justiça e contou com a presença da Secretaria de Políticas Digitais, pasta subordinada à Secretaria de Comunicação Social (Secom).

Em jan.2024, reportagem do Núcleo mostrou que o Kwai está infestado de conteúdo que sexualiza menores de idade e adolescentes, com pouca ou nenhuma moderação para evitar a propagação desse tipo de conteúdo.

Kwai está infestado de conteúdo que sexualiza menores
Rede social de 48 milhões de usuários no país investe pesado para alcançar mais gente; neste ano é uma das patrocinadoras do BBB24

A rede social virou alvo de investigações por parte do Ministério Público Federal (MPF) após reportagem da revista piauí, que mostrou que o Kwai agiu para influenciar as Eleições de 2022 a partir de contas falsas.

Ainda segundo a coluna, o Ministério da Justiça e a Secretaria de Políticas Digitais ainda avaliam quais serão os próximos passos e se moverão ações contra o Kwai.

Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.