Chatbots equipados com as mais recentes tecnologias de inteligência artificial são irresistíveis. Como ignorar uma aplicação que simplesmente faz, de forma muito convincente, exatamente o que você pede pra ela?

Pois é, mas esses produtos digitais, por melhores que sejam, também detém as chaves de muitas armadilhas.

Já viu gente nas redes sociais "ensinando" como montar uma carteira de investimentos no ChartGPT ou pedindo para elaborar ementas de cursos, trabalhos acadêmicos e até redações de processos judiciais? Isso é tudo balela de gente que quer hitar nas redes pra tentar vender alguma coisa.

Não caia nessa – inteligência artificial é uma ferramenta, igual um martelo ou um computador, e vai da pessoa usá-la da melhor forma, sempre de maneira responsável.

O Núcleo tem explorado essa tecnologia e discussões sobre ela nas redes sociais, na imprensa e entre especialistas, e elaborou duas listas simples de coisas para fazer e não fazer quando utilizar essas tecnologias:

O QUE NÃO FAZER

  • Não acredite no valor de face dos resultados do ChatGPT e de produtos afins como fonte de absoluta de informação – eles cometem muitos erros factuais ainda, por mais que sejam convincentes nas respostas;
  • Não deixe chatbots de IA tomarem decisões por você;
  • Não utilize chatbots de IA para emular, imitar ou copiar outras pessoas;
  • Não peça para chatbots de IA montarem estratégias de investimentos pra você;
  • Não utilize chatbots de IA como consultores jurídicos nem para redigir processos;
  • Não utilize chatbots de IA para fazer seu trabalho inteiro;
  • Nem sempre chatbots de IA vão tornar seu trabalho melhor, você não precisa usar 100% do que eles falam;
  • Não utilize IA para fazer operações matemáticas complexas, por enquanto essas ferramentas são reconhecidamente ruins nisso;
  • Não revele muitos dados pessoais seus para ferramentas de chatbot de IA, você não sabe para que isso vai ser usado (embora digam que há privacidade, algumas empresas estão sendo processadas no exterior por violações);
  • A não ser que você esteja testando ou pesquisando, não há muitos motivos para você ficar "trollando" a inteligência artificial só pra fazer graça nas redes sociais depois, use bem seu tempo e seus recursos.

DICAS DE USO

  • Use o potencial do ChatGPT e de produtos afins para melhorar textos, pedindo tipo Torne o texto abaixo 15% mais curto e com menos adjetivos;
  • Peça dicas de ideias para o ChatGPT, como qual a melhor forma de começar um texto sobre redes sociais, sempre revisando o que a IA fornecer;
  • Utilize IA para resumir textos complexos com uma linguagem melhor, sempre se certificando de sua acurácia;
  • Use IA para resumir atas de reunião e economizar seu tempo;
  • Se você está aprendendo programação, use IA para tentar te ensinar truques e lhe dar respostas, sempre testando se funciona.
Política de uso de inteligência artificial
O uso de inteligência artificial deve ser aplicado para facilitar o trabalho do jornalismo, não produzi-lo
Inteligência ArtificalOpenAI
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.