“Foi a coisa mais estranha em que já trabalhei”, diz CEO da Microsoft a respeito do rolo envolvendo TikTok e Trump

Segundo Satya Nadella, iniciativa do acordo (que não vingou) foi do TikTok

Em entrevista na Code Conference, nos Estados Unidos, Satya Nadella, CEO da Microsoft, comentou a ocasião em que a Microsoft quase comprou a operação norte-americana do TikTok para satisfazer os caprichos do então presidente Donald Trump, em agosto de 2020.

“Foi a coisa mais estranha em que já trabalhei”, disse. Nadella revelou que a iniciativa do acordo partiu do TikTok, e que Trump “tinha um ponto de vista particular do que estava tentando fazer ali”. Via GeekWire (em inglês).

Relembrar é viver: Trump cismava que o TikTok era uma espécie de cavalo de Troia do governo chinês, usado para espionar adolescentes norte-americanos. Com essa desculpa, passou a criar empecilhos artificiais à operação da rede social nos Estados Unidos e a exigir que ela fosse vendida e mantida por uma empresa local.

Microsoft e Oracle se envolveram nas tratativas. A certa altura, Trump chegou a demandar que o TikTok pagasse uma comissão ao governo. Nenhum negócio foi fechado e o assunto morreu junto com o mandato de Trump.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca