Facebook e Instagram derrubam live em que Bolsonaro associou Aids a vacina da Covid

É apenas o segundo vídeo (e a primeira live) de Bolsonaro que o Facebook derruba.

O Facebook derrubou a live do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) da última quinta-feira (21.out) das plataformas Facebook e Instagram. Na transmissão, Bolsonaro dizia que vacinados contra a COVID-19 estariam contraindo AIDS. É quase ridículo ter que explicar isto, porém: é mentira.

À Folha de S.Paulo, um porta-voz do Facebook justificou que “nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”.

Apesar de distorcer, desinformar e mentir praticamente em todas as suas lives semanais, esta é a primeira live e apenas o segundo vídeo de Bolsonaro que Facebook/Instagram derruba. O primeiro derrubado foi um de março de 2020, em que Bolsonaro alardeava o uso da cloroquina no combate à COVID-19.

Vale notar que o YouTube ainda não tirou o vídeo  (com +200 mil views) do ar até as 9h desta segunda-feira (25.out), apesar de ter mudado suas regras recentemente para ser mais duro com desinformação sobre vacina.

[ATUALIZADO às 19h50 de 25.out]: O YouTube removeu o vídeo alegando que violava suas regras de comunidade.

Via Folha de S.Paulo.



Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca