Telegram tem representante para registro de marcas no Brasil

Empresa autorizou escritório de advocacia do RJ a representá-la em processo de registro de marca junto ao INPI

O Telegram tem uma representação jurídica no Brasil há pelo menos sete anos, encarregada de tratativas junto ao órgão do governo federal encarregado do registro de marcas no país.

A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo em 19.fev.2022.

Segundo a reportagem, o fundador do Telegram Pavel Durov assinou procurações outorgando ao escritório de advocacia Araripe & Associados, com sede no Rio de Janeiro, poderes de representação no processo de registro da marca Telegram junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).  

A procuração não daria direito ao escritório de representar o Telegram em demandas junto ao Tribunal Superior Eleitoral e Supremo Tribunal Federal. Para essas questões, o Telegram segue operando sob o radar no Brasil.

Telegram cresce no Brasil, mas opera no escuro
Dificuldade de contatar representantes da plataforma afeta não só jornalistas e usuários, como também o judiciário
Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca