Twitter terá etiquetas para candidatos nas eleições de 2022

Política de Integridade Cívica, que prevê ações especiais para contas que minam confiança no processo eleitoral, já está em vigor

O Twitter anunciou nesta segunda-feira (04.abr.2022) novas medidas para as eleições de outubro, incluindo uma etiqueta no perfil de candidatos e a criação de uma seção especial para Eleições na aba Explorar.

SOBRE AS ETIQUETAS: candidaturas registradas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terão etiquetas em suas contas indicando o cargo ao qual a pessoa está concorrendo e o estado em que o cargo será ocupado (se for o caso).

A etiqueta, que não é opcional e nem pode ser removida, aparecerá no perfil e nos tuítes e retuítes feitos pela conta. O Brasil é o segundo país a ganhar esse recurso, depois dos Estados Unidos.

O QUE MAIS?

  • O Twitter anunciou que também implementará uma seção específica para Eleições na aba Explorar com conteúdos da curadoria do Twitter, temas que estejam com forte repercussão e listas de perfis ligados ao tema.
  • Também haverá um recurso de pré-bunks, que são conteúdos que se antecipam ao noticiário, trazendo contexto factual confiável a alegações falsas que costumam circular com mais frequência.

1, 2, 3... VALENDO: Já está em vigor no Brasil a Política de Integridade Cívica, um conjunto especial de regras que visam prevenir o uso do Twitter para interferir em eleições ou outros atos cívicos. Segundo o Twitter, "é uma camada extra de proteção para garantir que o debate público que acontece no Twitter não prejudique que eleitores exerçam seus direitos e responsabilidades".

CONTA MAIS... Com essa política em vigor, o Twitter poderá agir mais efusivamente com relação a contas que atacam a confiança do processo eleitoral.

Segundo a empresa, podem receber ações conteúdos que:

  • almejam "intimidar a participação das pessoas em atos cívicos ou induzi-las ao erro sobre como fazer parte deles;
  • fazem afirmações falsas ou enganosas que prejudiquem a confiança nas eleições;
  • ou que indiquem intencionalmente afiliação falsa ou indevida a candidatos, partidos e outras instituições".

As medidas podem ir desde marcações no tuíte, remoção ou até mesmo suspensão da conta.

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca