Canal de Bolsonaro tem 10 vezes mais alcance do que o canal de Lula no Telegram

Análise do Núcleo mostra que o canal do ex-presidente raramente supera a média de 20 mil visualizações

Após o ataque de radicais de extrema-direita ao Capitólio nos Estados Unidos em 6.jan.2021, boa parte dos políticos de direita viu no Telegram um refúgio viável para escapar da moderação das grandes plataformas de redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro entendeu isso cedo e tem colhido benefícios de sua estratégia de ampliação de canais.

RODANDO OS NÚMEROS. Dados de visualizações de mensagens no Telegram dos últimos oito meses nos canais de Bolsonaro e Lula, os principais candidatos à presidência nas eleições de out.2022, mostram que o canal do ex-presidente raramente supera a média de 20 mil views, enquanto os posts do atual oscilam em um número 10 vezes maior.

O mesmo acontece com o número de encaminhamentos, que também é cerca de 10 vezes maior para o canal de Bolsonaro.

O QUE MAIS? Os dados mostram também que houve um pico nos dois canais (Canal do Lula e Jair M. Bolsonaro 1) nas semanas de março em que o Telegram teve um pico de acesso motivado provavelmente pelo seu possível bloqueio pelo STF.

Uma boa notícia para Lula (~65 mil seguidores ) é que, ao ajustamos essa métrica para a quantidade de seguidores, vemos que Bolsonaro (+1 milhão de seguidores) tem uma taxa de visualização por seguidor um pouco menor do que a do adversário.

COMO FIZEMOS. Os dados foram captados pelo Monitor Nuclear, aplicação do Núcleo que acompanha políticos nas redes sociais, e foram agrupados por semana para atenuar potenciais desvios padrões. Os dados podem ser acessados aqui.

Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca