Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O canal de Telegram do ex-presidente e atual candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva passará a deletar automaticamente mensagens enviadas após um dia, segundo um aviso exibido aos usuários que assinam o canal nesta quinta-feira (02.jun.2022). Mas, ontem mesmo, a atualização nas configurações foi desfeita.

Aviso exibido no canal do ex-presidente

É importante porque... Essa é uma função que precisa ser habilitada pelos administradores do grupo e impede que um histórico de publicações fique visível.

Normalmente, o Telegram mantém um histórico integral das conversas e materiais enviados num grupo ou canal, o que permite que usuários consultem mensagens e mídias enviadas anteriormente.

O Telegram tem se tornado uma ferramenta de comunicação crescentemente popular entre bolsonaristas, e agora a esquerda está correndo atrás.

ATUALIZAÇÃO (03.jun.2022): A atualização nas configurações do canal do ex-presidente Lula foi desfeita na noite de quinta-feira. Com isso, o histórico de mensagens continuará acessível a todos usuários.

Direita tem 50x mais engajamento que esquerda no Telegram
Grupos e canais ligados à direita possuem tem 21,4 vezes mais compartilhamentos e 51,5 vezes mais visualizações
Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Texto atualizado às 11h03 de 03.jun.2022 para incluir que mudança na configuração do canal foi desfeita.

Telegram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.