Meta deixará de exigir conta no Facebook para serviços da Oculus

A partir de agosto, usuários do Oculus Quest poderão usufruir o serviço sem precisarem de uma conta no Facebook.

Cumprindo promessa feita em 2021, Mark Zuckerberg anunciou em seu perfil no Facebook que, a partir de agosto, não será mais necessário ter uma conta no Facebook para usar os óculos de realidade virtual Quest, da Oculus.

O QUE HOUVE? Até agora, o sistema de autenticação dos serviços online da Oculus, subsidiária da Meta que fabrica equipamentos e oferece serviços de realidade virtual, era uma conta no Facebook.

Em agosto, isso vai mudar: usuários antigos e recém-chegados terão que criar “Contas Meta”, que independem do Facebook — não precisa sequer ter um perfil nessa rede social para criar uma conta Meta.

DETALHES. De acordo com o The Verge, as contas Meta pedirão muitos dados pessoais, como foto, data de nascimento, e-mail, celular e dados do cartão (para comprar aplicativos na Quest Store).

Dentro do ambiente virtual, será possível seguir e ser seguido, numa lógica mais próxima à do Instagram que do Facebook (de contatos mútuos).

Serão oferecidos três níveis de privacidade às contas Meta: aberto a todos, amigos e família e solo.

Será possível definir uma conta Meta como privada, quando novos seguidores precisam ser aprovados. Mesmo essas, porém, aparecerão na pesquisa, com nome e foto.

Outra diferença marcante para o Facebook é que a Meta não fará vista grossa a alguém que crie múltiplas contas Meta, uma estratégia usada para separar as “personas” no digital — uma conta para o trabalho e outra para os amigos gamers, por exemplo.

Ainda será possível conectar contas Meta às do Instagram e Facebook, para habilitar interações sociais nessas redes.

QUAL É O PROBLEMA? A dependência de uma conta no Facebook para usar os serviços da Oculus e seus equipamentos tem o potencial de gerar dores de cabeça.

Uma suspensão ou banimento do Facebook, por exemplo, é estendida à Oculus — se você perder o acesso ao Facebook por qualquer motivo, fica impedido de acessar seu perfil e aplicativos comprados na Oculus.

Sem falar em pessoas interessadas nos headsets da Oculus, tidos como os mais avançados da indústria, mas que não querem se envolver com a rede social Facebook.

Via @mark/Facebook, The Verge (ambos em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.