Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A 15 dias do primeiro turno das eleições de 2022, os candidatos já gastaram R$111,245 milhões com impulsionamento de conteúdo em grandes plataformas de tecnologia, principalmente Google e Facebook/Instagram.

Os dados são do TSE, compilados para análise do Observatório de Impulsionamento Eleitoral, projeto do Núcleo.

Os dez candidatos que mais impulsionaram conteúdo nas redes sociais são:

1) Simone Tebet (MDB) - R$2,78 milhões - Candidata à Presidência

2) Lula (PT) - R$2,28 milhões - Candidato à Presidência

3) Roberto Cláudio (PDT) - R$1,9 milhão - Candidato ao Governo do CE

4) Elmano de Freitas (PT) - R$1,3 milhão - Candidato ao Governo do CE

5) Ciro Gomes (PDT) - R$1,26 milhão - Candidato à Presidência

6) Alexandre Silveira (PSD) - R$936 mil - Candidato ao Senado por MG

7) Alessandro Sousa da Silva (PROS) - R$ 780 mil - Candidato a deputado federal por SP

8) Raquel Lyra (PSDB) - R$669 mil - Candidata ao Governo do PE

9) André de Paula (PSD) - R$653 mil - Candidato ao Senado por PE

10) Marcos Rocha (União Brasil) - R$572 mil - Candidato ao Governo de RO

Foram registradas pelo menos 15.495 despesas com esses impulsionamentos por 5.995 candidatos, com um valor médio de R$7.179 por transação.

O partido que mais gastou até agora foi o União Brasil, com R$13,2 milhões, seguido pelo partido do presidente Jair Bolsonaro, o PL, com R$12 milhões, e pelo PT, de Lula, com R$ 11,7 milhões.‌

Reportagem Julianna Granjeia
Edição Sérgio Spagnuolo
Eleições 2022
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.