Gettr cumpre decisão judicial e bane conta de Allan dos Santos

Decisão teria partido do ministro do STF Alexandre de Moraes; plataforma cumpriu mas disse que decisão sufoca liberdade de expressão #NúcleoNasEleições

O blogueiro de extrema-direita Allan dos Santos teve sua conta do Gettr derrubada na sexta-feira (07.out.2022) após uma determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

O Gettr, fundado por Jason Miller, ex-assessor do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é popular entre a extrema-direita pela sua moderação mais frouxa do que outras plataformas tradicionais.

Tanto é que Allan dos Santos já havia sido banido por todas as redes sociais tradicionais, atendendo a decisões judiciais anteriores, mas permanecia ativo no Gettr.

CUMPRIU RECLAMANDO. O Gettr cumpriu a determinação de Moraes, mas criticou a decisão do magistrado.

Em nota, a plataforma disse que as decisões são "uma tentativa de sufocar a liberdade de expressão e silenciar duas vozes potentes no Brasil nas semanas cruciais antes do segundo turno”.

QUE MAIS? Além de Dos Santos, Moraes também teria determinado que a conta da juíza mineira Ludmila Lins Grillo fosse removida do Gettr.

Em 21.set, o Conselho Nacional de Justiça abriu uma investigação contra Grillo por "conduta nas redes sociais incompatível com seus deveres funcionais de magistrada". Em suas redes, ela vinha fazendo publicações 'depreciativas' ao STF e à Justiça Eleitoral.

Segundo reportado pela CNN, a decisão de Moraes encaminhada ao Gettr ocorre no âmbito de uma ação sobre a extradição de Allan dos Santos que corre em sigilo no STF.

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca