No TikTok, menções diretas a intervenção militar somam 40 milhões de visualizações

Conteúdos marcados com as hashtags #artigo142 e #Intervencaomilitar têm ganhado popularidade na rede social

Conteúdos com menções diretas em favor de um potencial golpe de Estado no Brasil estão a todo vapor no TikTok nesta segunda-feira (31.out.2022) – e são incrivelmente fáceis de encontrar.

DADOS. Vídeos marcados com as hashtags #artigo142 e #intervencaomilitar, por exemplo, já somam 17 milhões e 21 milhões de visualizações, respectivamente.

ALERTA, PERO NO MUCHO. A página da #Artigo142 possui um aviso sobre conteúdo ligado às eleições: "O TikTok valoriza a criatividade e a expressão tanto quanto a autenticidade e a integridade. Manter nossos usuários seguros é nossa maior prioridade".

Um vídeo publicado em 2.out em que um adolescente escreve: Coé Exército, faz a boa aí, namoralzinha" e marcado com as hashtags #exercitobrasileiro🇧🇷, #intervencaomilitar, #eleicoes2022, #fraudenasurnas, #regimemilitar. Esse vídeo soma 1,1 milhão de visualizações, por exemplo.

‌Outro vídeo com #artigo142 que diz que as Forças Armadas precisam impedir a posse de Lula sob perigo de guerra civil tinha mais de 140 mil curtidas e 1,1 milhão de views até a noite desta segunda-feira.

CONTEXTO. A referência a "artigo 142" diz respeito à noção (errada) de que esse artigo da Constituição daria o poder para as Forças Armadas realizarem uma intervenção militar no Brasil. Isso já foi, inclusive, desmentido diversas vezes ao longo dos anos, inclusive pela Câmara dos Deputados.

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca