Telegram derruba dezenas de grupos sobre "paralisação geral"

Monitoramento do Núcleo registrou ao menos uma dúzia destes grupos de extrema-direita que saíram do ar #NúcleoNasEleições

O Telegram derrubou, na noite desta segunda-feira (31.out.2022), dezenas de grupos de extrema-direita que tinham como objetivo organizar algum tipo de paralisação nacional ou desordem em protesto à vitória de Lula na eleição presidencial.

Monitoramento do Núcleo apurou e registrou que pelo menos uma dúzia desses grupos, cujos títulos mencionavam a tônica inicial de "Paralisação Geral", foram derrubados.

O supergrupo B-38, que já havia sido suspendo alguns meses antes das eleições, voltou a ser derrubado.

Nesta segunda-feira, o Núcleo mostrou que esses grupos estavam surgindo a uma velocidade alarmante, com milhares de novos membros a cada hora.

Apesar da ação do Telegram – que ao colocar uma bandeira vermelha em alguns termos (como "paralisação" ou "intervenção") limita a descoberta desses grupos no mecanismo de busca – é possível constatar em tempo real a criação de novos grupos semelhantes.

ALGUNS DOS GRUPOS DERRUBADOS

Edição Alexandre Orrico

Texto atualizado às 8h34 de 1º.nov.2022 com novas atualizações.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca