Governo colombiano irá investigar terceirizada do TikTok por trabalho traumático

Más condições de trabalho e exposição a conteúdo traumático de moderadores foi revelada em reportagem da TIME em outubro

O Ministério do Trabalho da Colômbia abriu uma investigação sobre a empresa Teleperformance, uma terceirizada do TikTok, por condições de trabalho traumáticas e baixos salários além de suposta tentativa de atrapalhar a formação de sindicatos, segundo reportagem da TIME.

CONTEXTO. As condições de trabalho da Teleperformance, que pagava cerca de US$10 por dia para moderadores de conteúdo do TikTok, foram reveladas em reportagem da TIME e do site inglês Bureau de Investigative Journalism em 22.out.2022.

  • Segundo a TIME, a Teleperformance emprega 42 mil pessoas na Colômbia, sendo uma das maiores empregadoras do país. Uma parte pequena desse montante atua na moderação do TikTok. Essa função, no entanto, os expõe diariamente a vídeos de violência, abuso infantil e abuso sexual.

A abertura da investigação foi anunciada pelo vice-ministro do Trabalho da Colômbia, Edwin Palma Egea, no Twitter. No anúncio, ele diz que a empresa foi notificada e convida trabalhadores a apresentarem provas.

Texto Laís Martins
Edição Alexandre Orrico

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca