Cofundador da Koo diz que rede social é “neutra”

“Use como se fosse sua”, tweetou Mayank Bidawatka.

Os usuários de Twitter brasileiro descobriram nesta sexta (18.nov) a Koo, rede social indiana que se posiciona como alternativa ao Twitter.

Fora o nome engraçado aos falantes do português, a Koo lembra bem o Twitter — até nas controvérsias.

Lançada em 2020, a rede Koo parece ter sido instrumentalizada pelo governo Narendra Modi e por extremistas de direita na Índia. Nota publicada no Manual do Usuário resumiu o histórico da Koo.

No Twitter, Mayank Bidawatka, co-fundador da Koo, respondeu o perfil do Manual assegurando que a sua rede é “neutra”:

Somos uma plataforma neutra e não precisa se preocupar com nada dessas coisas que você disse a nosso respeito. Use [a Koo] como se fosse sua.

Via @mayankbidawatka/Twitter (em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca