Instagram jura que ainda liga para fotos

A rede social da Meta fez ajustes no algoritmo para reequilibrar o volume de fotos e vídeos que exibe aos usuários.

Adam Mosseri, diretor responsável pelo Instagram dentro da Meta, admitiu numa sessão de perguntas e respostas que exagerou na promoção de vídeos no app em 2022.

O QUE HOUVE? Mosseri respondia a perguntas dos usuários em seu perfil no Instagram, via stories (já expirados), quando foi questionado por um fotógrafo, que disse estar “perdendo a fé” no aplicativo para exibir seu trabalho.

O executivo do Instagram admitiu que “exageramos no foco em vídeos em 2022, […] e basicamente mostrávamos muitos vídeos e poucas fotos”.

Porém, prosseguiu, desde então o Instagram equilibrou a oferta de fotos e vídeos e conseguiu reverter o cenário.

Segundo Mosseri, métricas como volume de curtidas e comentários em fotos e vídeos demonstram que, hoje, há um equilíbrio entre os formatos na plataforma.

OK, MAS… Mosseri disse que, com o tempo, é provável que vídeos se tornem predominante apenas porque “é o que cria mais engajamento no geral”.

“Mas as fotos sempre serão uma importante parte do que fazemos”, garantiu.

A declaração sinaliza uma mudança de curso.

Em 2022, o Instagram teve que reverter temporariamente algumas mudanças que aproximavam a experiência do aplicativo à do TikTok.

Antes disso, em meados de 2021, Mosseri disse que o Instagram não era mais um aplicativo de compartilhar fotos, aludindo que vídeos passavam a ser prioridade.

Via The Verge (em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca