Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Microsoft lançou nesta terça-feira (7.fev) a integração de seu mecanismo de busca, o Bing, com o ChatGPT, sistema de inteligência artificial de conversação da OpenAI.

O recurso permitirá que os usuários, além de fazer pesquisas tradicionais, conversem em linguagem natural com o buscador, começando com frases como estas, que a empresa lista de exemplo:

  • Meu aniversário está chegando em setembro, ajude-me a planejar uma viagem para algum lugar divertido na Europa, saindo de Londres.
  • O sofá Klippan, da Ikea, caberá no meu Honda Odyssey 2019?
  • Gosto de música eletrônica e quero ir ao meu primeiro festival neste ano. Você tem alguma recomendação ou dica para mim?
Um exemplo da integração do ChatGPT com o Bing, em inglês (Divulgação / Microsoft)

Mas não se anime muito: por enquanto, a integração está disponível em "prévia limitada", só no desktop. Aqui, por exemplo, não apareceu. Quem quiser testá-lo poderá entrar numa lista de espera (que também não deu as caras por aqui).

A Microsoft promete ampliar a prévia "para milhões nas próximas semanas" e lançar uma versão para celular "em breve".

Responsável pelo ChatGPT e pelo DALL·E, entre outros de sistemas inteligência artificial, a OpenAI tem recebido aportes bilionários da Microsoft. Só em janeiro deste ano, foram US$ 10 bilhões, segundo o New York Times.

E O GOOGLE, HEIN? Pois é. Ontem mesmo (6.fev) eles tinham anunciado o Bard, concorrente do ChatGPT, que também será integrado ao seu mecanismo de busca. A briga vai ser boa.

Via Microsoft (em inglês)

ChatGPTMicrosoft
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.