Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Comissão Federal de Comércio (FTC) e 17 estados dos EUA acusaram a Amazon, nesta terça-feira (26.set), de manter ilegalmente um monopólio em certas áreas do varejo online. Alegam que a empresa pressionou os comerciantes e promoveu seus próprios serviços de forma prejudicial.

O processo ocorre simultaneamente ao caso antitruste do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e outros estados americanos contra o Google.

ENTENDA. A FTC e os estados alegaram que a Amazon infringiu as leis antitruste ao implementar medidas que puniam os comerciantes por oferecerem preços mais baixos em outros lugares. O processo também afirma que os vendedores na Amazon foram obrigados a utilizar seu serviço de logística para que seus produtos fossem incluídos no serviço de assinatura Prime.

  • Essas práticas, de acordo com a agência e os estados, resultaram em preços mais altos e uma experiência de compra inferior para os consumidores.

OBJETIVO. A FTC e os estados estão solicitando ao tribunal uma liminar permanente que proibiria a Amazon de continuar sua conduta supostamente ilegal e reduziria seu “controle monopolista” para restaurar a concorrência.

Via New York Times (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Alexandre
RegulaçãoAmazon
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.