Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O YouTube vai exigir que criadores de conteúdo sejam transparentes ao publicarem vídeos manipulados com inteligência artificial para parecerem realistas.

ENTENDA. Essa nova política, programada para entrar em vigor em 2024, será aplicada a vídeos que utilizem ferramentas de IA generativa para retratar eventos fictícios ou situações em que pessoas dizem ou fazem algo que não ocorreu.

COMO? No layout da plataforma, o conteúdo de IA será rotulado de uma das seguintes maneiras:

  • ou por meio de um rótulo no painel de descrição, semelhante à prática atual da empresa em relação a conspirações ou temas sensíveis;
  • ou por meio de um rótulo mais proeminente diretamente no player do vídeo.

PUNIÇÕES. Os criadores que violarem essas regras podem estar sujeitos a penalidades, incluindo a remoção do conteúdo, suspensão da monetização ou outras medidas, de acordo com o YouTube.

POR QUÊ? Em uma nota no blog da comunidade, o YouTube enfatizou a importância dessa nova regra, especialmente em casos em que o conteúdo aborda temas sensíveis, como eleições, conflitos em curso, crises de saúde pública ou envolvimento de autoridades.

SAIBA MAIS. A medida segue outras Big Tech, como a Meta, que, a partir do próximo ano, exigirá que os anunciantes em suas redes revelem quando seus anúncios contiverem imagens, vídeos e áudios criados ou alterados digitalmente de maneira significativa.

Via YouTube Blog (em inglês)

YouTubeMetaGoogleAlphabetInteligência Artifical
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.