Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Quando certa manhã Franz Kafka acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado em... cancelado na internet?

Tudo começou quando uma conta gringa que se define como "supremacista feminina" e "anti-pornô" postou no X/Twitter que as mulheres deveriam parar de romantizar o escritor por ele ter sido "viciado em pornografia".

E começou o papo de "estão cancelando o Kafka" (que morreu há quase 100 anos).

Saiu na Folha de S.Paulo.

Lembraram que consumir pornografia era muito diferente entre o fim do século 19 e o começo do século 20.

As piadas vieram a galope.

E a melhor de todas, claro, foi este vídeo baseado no famoso edit do Chico Moedas.

Twitter/X
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.