Morte de crianças yanomami mobiliza as redes

Durante o governo Bolsonaro, 570 crianças do território morreram por causas evitáveis, segundo o site Sumaúma. Imagens de indígenas desnutridos viralizaram, e o antecessor de Lula usou o Telegram para chamar o caso de "farsa da esquerda"

Receba de graça a newsletter Garimpo


Na sexta-feira (20.jan), o site Sumaúma publicou uma reportagem revelando que, durante o governo Bolsonaro, 570 crianças com menos de cinco anos morreram no território yanomami por causas evitáveis — um aumento de 29% em relação aos quatro anos anteriores. Imagens de indígenas desnutridos viralizaram nas redes.

Em agosto de 2022, uma reportagem do Intercept Brasil havia revelado que o governo Bolsonaro ignorou 21 pedidos formais de ajuda aos yanomami.

O biólogo André Aroeira, especializado em meio ambiente, povos e comunidades tradicionais, lembrou ainda que Bruno Pereira, assassinado em 2022, atuava contra o garimpo em terras indígenas.

Ainda na sexta-feira, o Ministério da Saúde declarou emergência de saúde pública. No dia seguinte, Lula viajou a Roraima, onde descreveu a situação como "desumana".

No Twitter, houve críticas a membros do governo Bolsonaro, principalmente à ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

O ex-presidente chamou o caso de "farsa da esquerda" em seu canal no Telegram.

Neste sábado, a Força Aérea Brasileira transportou cestas básicas para a comunidade Kataroa.

Decepcionados com as Forças Armadas por não terem consumado um golpe para evitar a posse de Lula, alguns apoiadores do ex-presidente criticaram e ironizaram a ação nas redes — em meios bolsonaristas, circulam teses como a de que os indígenas desnutridos seriam venezuelanos infiltrados pela esquerda.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca