Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Parece que foi meses atrás, mas não tem nem uma semana que o patriota do caminhão surgiu, pendurado perigosamente, nas nossas vidas.

O Felipe Neto fez um apanhado de alguns dos sub-memes que já viraram clássicos.

Mas tivemos ainda o patriota numa montanha russa.

No trio elétrico da Daniela Mercury.

Numa marchinha de carnaval.

No Enem.

Como bonequinho artesanal.

E como boneco comercial (Corbe Toys, R$ 89,90).

Em entrevista à Folha, o proprietário da loja, Luís Aizcorbe, disse que o primeiro lote, de 1.000 unidades, esgotou.

Divulgação

Assustado com a repercussão do meme, o patriota do caminhão tornou privadas suas redes sociais.

Na última sexta-feira (4), deu uma espécie de não-entrevista ao G1. Ao portal, Junior Cesar Peixoto, que tem 41 anos e é comerciante, disse apenas: "Eu não queria conversar porque já fui muito exposto."

Mas agora ele parece estar se entregando à fama. Deu uma entrevista mais completa à Folha, publicada nesta segunda-feira (7.nov), e até posou para fotos.

No trecho mais revelador da conversa, Peixoto diz que percorreu cerca de 6 km agarrado ao caminhão e que o veículo pode ter chegado a 100 km/h durante a insólita carona. "Quando o caminhão começou a desenvolver velocidade, eu estava certo que iria morrer. Estava convicto que aquele era o meu último dia de vida."

Twitter/X
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.