Tweet falso de Bolsonaro esquenta discussão sobre vale-tudo

O conteúdo enganou até jornalistas experientes, mas há quem ache que, para derrotar o atual presidente, vale até compartilhar fake news sabendo que é fake news #NúcleoNasEleições

Receba de graça a newsletter Garimpo


Depois que bolsonaristas protagonizaram cenas lamentáveis em Aparecida (SP) neste 12 de outubro, causou sensação na bolha progressista um suposto tweet do atual presidente sobre o assunto.

O texto dizia que "nenhum padre ou bispo deve dizer onde posso ou não fazer campanha" e que "a postura arrogante de alguns religiosos" explicaria "o fracasso da igreja de Roma".

Reprodução

Se a gente pensar só um pouquinho, vai concluir que o negócio seria doideira demais até para o Biruleibe. "Fracasso da igreja de Roma", cara.

E era falso mesmo, conforme o Projeto 7c0, que monitora tweets de atores políticos, e checagens como a da agência Aos Fatos.

A pessoa que criou a fake news até imitou bem o estilo "cocô de cabra" dos tweets do Bolsonaro, mas esqueceu um detalhe: o ghostwriter dele costuma usar ponto final em todos os itens.

Mesmo horas depois da publicação de checagens apontando o conteúdo falso, continuavam caindo na história até jornalistas experientes, como o Ricardo Noblat. Ele apagou seus posts e pediu desculpas.

Em uma das respostas ao Noblat, surgiu um print de um tweet do Tarcísio de Freitas, candidato bolsonarista ao governo do estado de São Paulo, dizendo coisas parecidas. Falso também.

André Janones, o deputado federal que foi promovido a sobrinho que manja dos computers na campanha do Lula, chegou a compartilhar a fake news do Tarcísio, mas depois desfez o retweet.

Reprodução

E a discussão só aumenta: vale tudo para derrotar o Bolsonaro? Vale compartilhar fake news sabendo que é fake news? Vale criar fake news?

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca