Uber ganha pagamento por Pix e passa a exigir selfie de passageiros

Medidas visam ampliar acesso à plataforma e aumentar a segurança dos motoristas.

A Uber anunciou duas novidades para o mercado brasileiro: pagamentos por Pix em todo o país e exigência de selfie dos passageiros em circunstâncias especiais.

MAS JÁ? O pagamento por Pix, em testes em Curitiba (PR) e Recife (PE) desde novembro de 2021, foi expandido para todo o país.

O passageiro interessado na modalidade deve escolhê-la antes de chamar o carro. Feito isso, o aplicativo da Uber mostra um código aleatório que o passageiro deve copiar e colar no seu aplicativo bancário para efetuar o pagamento via Pix.

A Uber lembra que esse pagamento passa pela plataforma, ou seja, não vai diretamente ao motorista, e que desde 2020 já era possível adicionar crédito ao Uber Cash via Pix.

SELFIE? Em outra frente, a Uber anunciou um piloto voltado à segurança dos motoristas da plataforma: a exigência de selfies de alguns passageiros.

Ela será exigida de passageiros que desejem pagar em dinheiro pelas corridas, imediatamente antes da solicitação do carro.

Não se trata, aqui, de validação biométrica. A Uber explica, em nota à imprensa, que a selfie ficará armazenada em seus servidores, “à disposição para consulta posterior das autoridades em caso de necessidade, seguindo a previsão legal”.

Este piloto integra uma série de medidas recentes da Uber para dar mais segurança aos motoristas, como o maior detalhamento das viagens e o botão “Ligar para a Polícia”.

Via Uber.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca