TSE já determinou remoção de 701 URLs a redes sociais

Ministro Alexandre de Moraes deu um balanço parcial das ações da Corte nas últimas 36 horas #NúcleoNasEleições

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, deu um balanço parcial das ações da Corte nas últimas 36 horas, período em que entraram em vigor algumas das determinações previstas na resolução que amplioeeu os poderes do TSE para combater desinformação eleitoral.

Em coletiva de imprensa na tarde deste domingo (30.out.), Moraes informou que nas últimas 36 horas, foram:

  • 354 impulsionamentos retirados
  • 7 sites foram desmonetizados
  • 701 URLs foram removidas a partir de 12 decisões judiciais
  • 15 perfis de "grandes propagadores de fake news" suspensos
  • 5 grupos de Telegram banidos, somando 580 mil participantes
TSE amplia poder de remoção de desinformação das redes
Por unanimidade, ministros aprovaram resolução que dá mais autonomia ao tribunal para determinar remoção de conteúdo das redes sociais

O ministro frisou a importância do artigo da resolução que permitiu ao TSE determinar diretamente às redes sociais, sem necessidade de provocação por um partido ou candidato, a remoção de URLs caso já houvesse uma decisão judicial sobre um conteúdo idêntico.

Reportagem do Núcleo, Agência Pública e Aos Fatos deste sábado identificou dezenas de anúncios irregulares nas plataformas da Meta que foram impulsionados por pessoas físicas, contrariando tanto a lei eleitoral quanto a resolução do TSE.

Anúncios sobre Bolsonaro e Lula desrespeitam Lei Eleitoral
Reportagem encontrou 281 conteúdos ativos entre sexta e sábado pagos por apoiadores que faziam campanha, o que é proibido
Reportagem Laís Martins
Edição Alexandre Orrico

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca