Meta ignora alerta sobre vídeos golpistas que continuam no ar

Empresa não removeu ou aplicou selo sobre conteúdo golpista e não respondeu a questionamento da reportagem

A Meta ignorou um alerta feito pelo Núcleo na semana passada sobre vídeos golpistas publicados no Facebook antes e em 8.jan.2023, quando extremistas invadiram e destruíram a sede dos Três Poderes, em Brasília.

Não só a empresa não respondeu a questionamentos, como também não agiu sobre os vídeos destacados pela reportagem.

Na segunda-feira (9.jan.2023) dia seguinte à invasão aos Três Poderes, em Brasília, a Meta designou os atos como "evento violador", o que implicaria na remoção de "conteúdos que apoiam ou exaltam essas ações".

Todos continuam no ar sem nenhum selo ou banner, mais de 10 dias depois dos eventos de 8.jan.

Mesmo quando a empresa decide não responder a questionamentos, é comum que isso seja notificado pela assessoria de imprensa, que diz algo como "não iremos nos posicionar sobre essa demanda", o que não aconteceu.

Os vídeos golpistas encontrados pelo monitoramento de redes do Núcleo representavam 7 dos 10 posts de maior engajamento nos últimos 30 dias – ou seja, não são vídeos obscuros de difícil detecção.

Vídeos golpistas continuam bombando no Facebook
Vídeos compõem narrativa de incitação que resultou em violência de dia 8.jan; Meta disse no começo da semana que derrubaria vídeos do tipo
Teor golpista Data Interações Link
SIM 2023-01-08 215.547 Link
SIM 2022-12-14 148.283 Link
SIM 2023-01-06 142.175 Link
SIM 2022-12-30 126.043 Link
SIM 2023-01-09 123.005 Link
SIM 2023-01-01 120.140 Link
SIM 2023-01-09 106.135 Link

Solicitação do Núcleo à Meta, na íntegra

Veja abaixo a solicitação na íntegra feita pelo Núcleo em 13.jan.23 às 14h57.

Boa tarde pessoal, tudo bem?

Nós vamos publicar ainda hoje uma reportagem no Núcleo sobre vídeos de teor golpista publicados dias antes e no dia da invasão aos Três Poderes. Não achamos vídeos que mostram exatamente as ações do dia 8, mas são vídeos do QG nos dias anteriores, há um vídeo de uma pessoa dizendo que Brasília iria "ficar pequena" no domingo, etc.

Na segunda-feira, vocês nos enviaram a atualização da política de vocês de que esse seria um evento violador, mas disseram que antes mesmo disso o Brasil estava designado como um local temporário de alto risco.

Há um vídeo do canal GN USA WebTV, publicado no dia 1 em que uma pessoa diz que a posse não iria acontecer, que Lula não subiria a rampa. Há dezenas de outros vídeos dessa página que aparecem dentre os vídeos mais visualizados do último mês com esse mesmo teor, além de inúmeras desinformações sobre o processo democrático.

Mesmo sendo anteriores ao 8.janeiro, pode-se argumentar que vídeos desse teor incitaram violência e culminaram na ação de domingo. Eles podem ser lidos como "convocatórias" e chamados à mobilização. Por isso questiono
- o que a política da Meta diz sobre conteúdos como esses?
- o que define, para a Meta, exatamente "incentivo" ou incitação?

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca