Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Uma nova ação judicial acusa o Google de roubar secretamente informações criadas e compartilhadas por centenas de milhões de americanos na internet para treinar seus produtos de inteligência artificial generativa, como o chatbot Bard.

O processo também menciona que, em 4.jul, a empresa silenciosamente atualizou sua política de privacidade para incluir a coleta de conteúdo publicado online para construir suas ferramentas de inteligência artificial.

A ação afirma que a Alphabet, por do Google e de sua divisão de inteligência artificial DeepMind, está obtendo informações pessoais e profissionais de usuários, incluindo obras criativas protegidas por direitos autorais, fotografias e até mesmo e-mails.

A ação foi movida pela Clarkson Law Firm, empresa que processou a OpenAI por acusações semelhantes de roubo de dados pessoais para treinar o ChatGPT.

Via CNN (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Sérgio Spagnuolo

GoogleAlphabetOpenAIChatGPT
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.