Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Semana passada, o Google iniciou demissões no setor de desenvolvimento de produtos. Agora, chegou a notícia que essas demissões também afetam o escritório brasileiro, aumentando as suspeitas de que a empresa está optando por demissões graduais para evitar a repercussão negativa de uma demissão em massa.

Em 2023, o Google demitiu mais de 12 mil pessoas globalmente e reduziu contratações, gerando críticas de trabalhadores e sindicatos, que atribuíam os cortes ao aumento do uso de inteligência artificial para reduzir custos e maximizar produtividade.

Funcionários de vendas, marketing e produtos no Brasil tiveram seus acessos aos sistemas cortados e foram informados sobre demissões, segundo a Exame. Os entrevistados pela revista mencionaram confusão no processo e uma sensação generalizada de incerteza entre os colegas.

Via Exame

GoogleDemissões
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.