Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Tenho lutado diariamente para reduzir meu tempo de uso de redes sociais. Não é uma luta qualquer: contra mim estão algumas das maiores mentes da engenharia da computação e do design de produtos tentando fazer com que eu fique alguns minutos a mais por dia vendo opiniões alheias com as quais eu não me importo, mas que irritam mesmo assim.

Não acho que eu seja um viciado (porque meu uso de redes sociais nunca afetou minha vida), mas quando menos percebi estava passando muitas horas por dia passando raiva no X/Twitter (que piorou muito de qualidade em todos os sentidos), entrando num loop infinito de vídeos no TikTok e pensando em posts supostamente inteligentes pra fazer no LinkedIn (quem não gosta de ganhar uns likes, né?).

Começou a virar um problema pra mim. Meu volume de leitura de livros caiu muito, eu tava dormindo menos do que precisava e ficando cada vez mais frustrado com a qualidade do conteúdo que estava consumindo.

Assim, decidi apagar todos os apps (com uma exceção) dessas redes do meu celular em ago.2023, restringindo meu uso de redes sociais a meu computador e, ocasionalmente, ao iPad (que eu uso pouco hoje em dia).

O único app que eu não apaguei foi o YouTube. Além de usar bastante pra trabalho e ver vídeos que eu gosto, eu sinto que precisava da minha dose diária de lixo atômico, daqueles vídeos inúteis de gente cortando madeira e de cachorros, além de clips de Family Guy e piadas sobre casamento (meio tiozão, eu sei).

Encontrei minha dose diária no Shorts (a cópia que o YouTube fez do TikTok).

O Shorts é tão ruim, mas tão ruim, que me ajudou a reduzir meu tempo de tela. Enquanto o TikTok me recomendava coisas novas e legais, o Shorts funciona basicamente como uma máquina de reciclagem das mesmas coisas. Você fica preso num looping dos mesmos vídeos e assuntos, e isso cansa rápido.

Se antes na hora de dormir eu perdia de 45 minutos a 1 hora com TikTok, agora eu vejo 7 a 10 minutos de Shorts e não vejo a hora de parar.

Eu não to passando pano pro TikTok. Seu algoritmo é tão bom e afiado, tão capaz de entregar o que eu quero ver, mas pra mim isso é uma coisa horrível e que deveria ser melhor regulada.

Nem to passando pano pro YouTube, porque não vou recomendar que ninguém use o Shorts – só estou contando meu segredo para ser cada vez menos sugado nesse mundo de redes sociais.

YouTubeTikTokLinkedInInstagramFacebook
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.