Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Tomer Cohen, diretor de produtos do LinkedIn, compartilhou na plataforma algumas estatísticas e novidades planejadas para 2023.

O QUE HOUVE? A lista mistura recursos recém-lançados, como o agendador de posts nativo, e promessas para 2023. Há uma ênfase em acessibilidade e pesquisa. Confira os destaques:

  • Melhorias na geração de legendas automáticas para vídeos (por ora, disponível apenas em inglês) e opção de alto contraste para elas;
  • Padronização de títulos de empregos relacionados à acessibilidade;
  • Texto alternativo para imagens no Gerenciador de Campanhas, para uso em anúncios;
  • Apresentação de “coleções de empregos” para tornar a busca por empregos mais casual e independente do campo de pesquisa;
  • Expansão do marketplace de produtos e serviços B2B dentro da plataforma;
  • Visualizações mais detalhadas nos painéis de estatísticas para páginas e criadores de conteúdo.

O QUE MAIS? É seguro dizer que outros recursos serão desenvolvidos e lançados no decorrer do ano. A lista de Cohen é mais uma visão geral das áreas de foco do LinkedIn.

NÚMEROS ENORMES. O executivo aproveitou o embalo para divulgar alguns dados do LinkedIn referentes a 2022:

  • 3 pessoas por segundo se cadastraram na plataforma;
  • 8 pessoas por minuto foram contratadas;
  • O total de eventos criados no LinkedIn aumentou 75% em relação a 2021;
  • O volume de conteúdo publicado dobrou;
  • As inscrições nas newsletters do LinkedIn quadruplicaram, chegando a 180 milhões.

Via @tomercohen/LinkedIn (em inglês)

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

LinkedInManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.