Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Elon Musk pode estar considerando tornar o Twitter/X inacessível na União Europeia para evitar o cumprimento obrigatório da Lei de Serviços Digitais (Digital Services Act ou DSA, no original), a regulação do bloco para redes sociais e plataformas digitais.

Apesar do X ter saído do código de conduta do DSA, a nova lei exige sua conformidade, com risco de proibição na UE.

DSA: lei contra desinformação e conteúdos danosos começa a valer na Europa
“Plataformas online muito grandes” passam a ter mais responsabilidades no bloco de países europeus.

ENTENDA. De acordo com uma reportagem do Insider, Musk estaria frustrado com os requisitos regulatórios do DSA, que impõem uma série de compromissos para que as empresas de tecnologia operem no bloco.

O Insider mencionou que Musk já havia considerado a ideia de limitar as operações do X apenas aos Estados Unidos como medida de corte de custos.

  • A rede social já reduziu sua presença internacional ao fazer demissões em massa em diversos países, como no Brasil;
  • Ao longo dos últimos meses, Musk demitiu a maioria da equipe de integridade e segurança do X, eliminando, por exemplo, o time de integridade eleitoral.

POR QUE IMPORTA? A Europa representa cerca de 9% da base global de usuários mensais ativos do X, segundo dados da Apptopia, uma empresa de análise de dados.

Conforme os dados, o uso diário na região caiu drasticamente nos últimos três meses, diminuindo entre 10% e 40%.

IMPORTANTE. Em setembro, o primeiro relatório do DSA identificou o X como a rede social líder em desinformação, abordando temas como a Guerra na Ucrânia, discurso de ódio e crise climática.

O Comissário da UE, Thierry Breton, declarou recentemente que a Comissão está oficialmente “investigando a conformidade do X” com o DSA.

Desinformação é tema do primeiro relatório do DSA da UE
A guerra na Ucrânia foi o tema mais frequente para propaganda e desinformação, mas as plataformas também relataram discurso de ódio em relação à migração, comunidades LBGTQ+ e à crise climática.

Via Insider (em inglês)

Twitter/XRegulação
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.