Núcleo é selecionado em programa de combate à desinformação

Somos um dos veículos escolhidos para o Programa Acelerando a Transformação Digital - Educação Midiática e Combate à Desinformação

O Núcleo foi um dos veículos selecionados para a fase de mentoria e apoio financeiro do Programa Acelerando a Transformação Digital - Educação Midiática e Combate à Desinformação, criado e administrado pelo International Center For Journalists (ICFJ) e financiado pelo Meta Journalism Project.

O objetivo do programa é apoiar projetos que envolvem educação midiática e os esforços no combate à desinformação no Brasil. Para o desenvolvimento do nosso projeto, o Núcleo receberá apoio de US$15 mil e dois meses de mentoria com especialistas na área de mídia.

Disclaimer importante

A Meta (ex-Facebook) é uma das empresas que Núcleo cobre, e de forma alguma a seleção para esse projeto tem qualquer efeito nessa cobertura.

Veja aqui nossa cobertura da empresa, assim como as reportagens publicadas sobre cada uma das redes sociais da Meta: Facebook, Instagram e WhatsApp.

O Núcleo foi um dos primeiros veículos brasileiros a fazer parte do Facebook Papers, consórcio internacional de veículos que tiveram acesso aos documentos revelados pela whistleblower Frances Haugen, ex-gerente de produtos da equipe de integridade cívica da rede social. 

A partir dos documentos, publicamos uma série de reportagens, como a conclusão interna de que o Brasil está entre os países mais suscetíveis a danos provocados por conteúdos violentos na rede, sobre como justiça racial não era uma preocupação no Facebook (em parceria com a Folha de S. Paulo) e sobre a rede tolera grupo extremista mesmo após alerta de funcionários (em parceria com Aos Fatos).

A seleção para esse projeto foi feita pelo International Center For Journalists (ICFJ), uma organização independente que apoia jornalismo em diversos países.

A iniciativa faz parte do programa lançado em 2021, desenvolvido em parceria com diversas associações brasileiras de jornalismo como Ajor (da qual o Núcleo faz parte), ANJ, Aner, ABERT e Abraji. Ao longo do programa, foram realizadas sessões de treinamento para mais de 450 veículos do Brasil. Destes, 65 organizações e 80 jornalistas independentes foram beneficiados com mentorias e fundos de inovação.

Nesta fase de apoio à iniciativas de Educação Midiática e Combate à Desinformação, além do Núcleo, foram selecionados projetos de: Agência Saiba Mais, Agência Tatu de Jornalismo de Dados, Associação O Eco, Grupo Arauto de Comunicação, Fauna News, Jornal Atual, Jornal Cidade do Rio Claro, Jornal do Comércio, Jornal Folha do Mate, Jornal Plural, Marco Zero Conteúdo, Nonada Jornalismo, O Estafeta e Periferia em Movimento.

SOBRE O PROJETO DO NÚCLEO

Vamos criar uma uma ferramenta de código aberto, a ser amplamente utilizada pela imprensa brasileira na cobertura eleitoral de 2022, para monitoramento político no Telegram.

Essa ferramenta irá monitorar os canais oficiais no Telegram dos candidatos à presidência do Brasil em 2022.

Com uma coleta de dados feita minuto a minuto e uma interface amigável, será possível analisar o conteúdo compartilhado nesses canais de forma ágil e intuitiva. O objetivo é facilitar análises de discurso, checagens de informação, acompanhamento de conteúdos editados ou apagados pelos políticos e visualização do desempenho no engajamento da comunicação política no Telegram.

Com o crescimento do uso do Telegram no Brasil e o impacto crescente das redes sociais nas campanhas eleitorais, é evidente a necessidade do olhar atento da imprensa ao que é compartilhado diariamente nessa rede. O espaço permite a comunicação direta com a base de eleitores e alcança uma audiência ilimitada de seguidores.

Então, com foco na corrida eleitoral de 2022, o Núcleo vai desenvolver um produto que facilite o monitoramento e checagem do conteúdo disseminado nos canais oficiais dos principais candidatos ao governo federal no Telegram, assim como o acompanhamento do alcance das mensagens ali transmitidas.

Um grande diferencial da ferramenta será a parceria com o Projeto 7c0, que nos permitirá divulgar tudo o que for editado ou apagado nas mensagens transmitidas nesses canais oficiais. A funcionalidade será de extrema importância no acompanhamento das campanhas de desinformação política nos próximos meses.

Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca