Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters
⚠️
Este texto passou por correções, veja ao fim da página

A Meta vai descontinuar sua aba dedicada a notícias (Facebook News) para usuários do Facebook no Reino Unido, na Alemanha e na França, distanciando-se ainda mais do segmento noticioso.

Vale notar que não se trata da mesma coisa que aconteceu no Canadá – onde a empresa bloqueou links de veículos de notícia em resposta à aprovação de uma legislação sobre remuneração de jornalismo.

O QUE DIZ A META. Em seu site, a Meta destacou que:

  • "Não estamos acabando com a possibilidade de as pessoas verem notícias no Facebook nesses países."
  • "Os veículos continuarão a ter acesso às suas contas e páginas do Facebook, onde poderão postar links e conteúdo de artigos de notícias."
  • "Nós sabemos que as pessoas não vêm ao Facebook em busca de notícias e conteúdo político – elas vêm para se conectar umas com as outras e descobrir novas oportunidades, paixões e interesses."
🤖
CONTEXTO, POR NUCLITO
A Meta bloqueou notícias no Canadá em resposta à aprovação de uma lei pelo Parlamento canadense que regula a remuneração de veículos jornalísticos por grandes plataformas digitais. A empresa havia sinalizado que, se a legislação fosse aprovada, o conteúdo de sites de notícias e emissoras não seria mais possível em suas plataformas no Canadá. 

> Meta vai bloquear links de notícias no Canadá Link 
> Meta encerra distribuição de notícias no Canadá Link 

(Este resumo foi criado pela nosso bot de inteligência artificial e revisado pelos editores, veja mais detalhes aqui)

O QUE MAIS. A empresa alega que as pessoas não usam o Facebook para notícias e política, mas sim para se conectar e descobrir interesses.

A Meta disse que os acordos atuais com editores no Reino Unido, Alemanha e França serão respeitados até o término.

Em 2.set, fontes disseram ao The New York Times que a Meta lançará versões pagas, sem anúncios, do Facebook e Instagram na Europa.

Bloqueio da Meta contra notícias no Canadá atrapalha combate a incêndios florestais
Autoridades e pessoas afetadas por incêndios florestais no Canadá têm reclamado que o bloqueio de notícias nas redes da Meta está prejudicando a disseminação de informações cruciais
Meta estuda versão paga de Facebook e Instagram na Europa (jornal)
Fontes ouvidas pelo New York Times disseram que o plano seria uma tentativa de aplacar o “escrutínio regulatório” da União Europeia.

REGULAÇÃO. As Big Techs vêm sofrendo escrutínio regulatório da União Europeia. Em 3.ago, a agência de notícias France-Presse (AFP) entrou com um processo em Paris contra o Twitter/X, afirmando que a empresa se recusa a discutir um pagamento potencial pela distribuição do conteúdo a agências de notícias.

Via Bloomberg (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Sérgio Spagnuolo

Texto atualizado às 20h32 de 5.set.2023 para corrigir erro de informação e esclarecer que o que a Meta está fazendo nos países citados é encerrar a aba de notícias, e não suspender o compartilhamento de links de veículos tal como no Canadá. Também adiciona mais contexto.

MetaFacebookInstagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.