Por dentro dos grupos que fornecem informações para a oposição na CPI da Pandemia

Organizados no Telegram, no Discord e no Twitter, voluntários arquivam, organizam e disponibilizam evidências sobre depoentes para compartilhar com senadores em tempo real

Publicado em 20/05/2021 05:01

Arquivado em reportagem

Conteúdo modificado após publicação (detalhes no fim da página)

Palavras: 2264 · Leitura: 9 min


Edilson Rodrigues/Agência Senado | Intervenção de Rodolfo Almeida