Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Já pode comemorar, a sexta-feira chegou! Nesta semana fizemos uma análise inédita de 194 pronunciamentos em plenário sobre o projeto de lei 2630/2020 e descobrimos que os deputados da oposição falaram substancialmente mais sobre o PL do que deputados que pertencem à base governista. E o projeto ainda rendeu treta entre o ministro Alexandre de Moraes e o Telegram.

Pra não se perder
O Telegram tem causado tanto que fica até difícil acompanhar. Mas te preocupa não que o Sérgio Spagnuolo preparou uma linha do tempo explicando tudinho sobre as tretas da empresa com a Justiça para você não ficar perdido.

Corre que o Telegram tá puto
Rendeu confusão demais a mensagem que o Telegram disparou em seu canal oficial na terça-feira (9.mai) contra o PL 2630/20, afirmando que "a democracia estava sob ataque no Brasil' por causa do projeto. O Telegram disse ainda que o PL pode levar empresas a deixarem de prestar serviços no Brasil.

Rendeu demais
Pois bem, graças a essa mensagem, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), atrelada ao Ministério de Justiça e Segurança Pública (MJSP), notificou a empresa. Além disso, o Ministério Público Federal também acionou a rede para que apresente, em até 10 dias, informações detalhadas sobre a mensagem. E até o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) enviou um pedido à Senacon para que o Telegram seja incluído na medida cautelar imposta ao Google na semana passada.

Investigação das redes
A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal a abertura de um inquérito contra o Google e o Telegram em razão das campanhas movidas pelas empresas contra o PL 2630/2020.

Teve que apagar
Nessa brincadeira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que a rede apagasse a mensagem contra o PL 2630/202 em até uma hora, ou seria suspenso no país. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. O Telegram foi lá e apagou.

Corpo fora
A Meta, que foi citada pelo Telegram em sua nota contra o PL 2630 correu para tirar seu corpo de cena, e divulgou uma nota tentando se distanciar da posição do Telegram.

Marco Civil da Internet
O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para 17.mai.2023 o julgamento do recurso extraordinário 1037396, uma das ações que trata da constitucionalidade do artigo 19 do Marco Civil da Internet. É o artigo 19 que estabelece o regime de responsabilidade de intermediárias hoje, determinando que provedoras digitais só podem ser responsabilizadas quando não agirem sobre conteúdo que for alvo de decisão judicial.

Tá com sono?
A pauta sobre quantas horas de sono são necessárias se tornou um debate no Twitter. No Polígono a Mellanie Dutra aprofundou a discussão, afinal dormir, além de ser show, é crítico para a saúde humana.

Barrados
O Bluesky não tá muito afim, por enquanto, de dar espaço para chefes de estado. A rede social não explicou o motivo. Alguns congressistas norte-americanos, como os deputados Robert Garcia (Califórnia), Jasmine Crockett (Texas) e Alexandria Ocasio-Cortez (Nova York), já estão por lá.

Hora de dar tchau
Se tinha alguém que estava usando o nome de usuário que você tanto queria no Twitter, talvez tenha chegado seu momento de usá-lo, pois a rede social começou a liberar nomes de usuários de contas inativas.

Novas regras
Não deu outra e o Parlamento Europeu aprovou novas regras para a transparência e gerenciamento de riscos de sistemas de inteligência artificial na União Europeia. O "AI Act" propõe que IAs sejam supervisionadas por pessoas, seguras, transparentes, rastreáveis, não discriminatórias e não produzam danos ao meio-ambiente.

Sob nova direção
O Elon Musk disse em seu Twitter que contratou uma nova CEO para a rede social e que ela assumirá o cargo em aproximadamente seis semanas. A CEO é a presidente de Publicidade e Parcerias Globais da NBC Universal, Linda Yaccarino.

GARIMPO NO SITE

  • Momentos engraçados e bonitos da Palmirinha.
  • Lavajatistas acusam Gilmar Mendes de curitibofobia.
  • Os melhores vídeos da Rita Lee, desde os anos 1960 até o TikTok.
  • Oposição deve ter se arrependido de convocar Flávio Dino.
  • Deputado denuncia racismo em inspeção "aleatória" em voo.
  • Globo é alvo nas redes por cortar beijo lésbico de novela.

BATE-PONTO

  • Meta tem problemas com malware.
  • Câmara se prepara para votar urgência sobre remuneração de jornalismo.
  • Linkedin demite 716 funcionários.
  • Google anuncia PaLM 2, nova versão da sua inteligência artificial gerativa.
  • Google apresenta IA que cria variações de vídeos em outros idiomas.
  • Sama é ordenada a pagar salários atrasados a moderadores da meta na África.
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.